Skip links

A OCRAMCLIMA CHEGA AO MERCOSUL

O ano de 2020 ficou marcado pela chegada da Ocram ao Mercosul, tendo o Brasil como porta de entrada. 

O Brasil é um ponto-chave na estratégia de internacionalização do grupo VLopes. É o maior país da América do Sul e o quinto maior em área total. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o Brasil ultrapassou em 2019 os 211,7 milhões de habitantes que têm maioritariamente o português como língua oficial, constituindo o maior país lusófono do planeta e também o mais extenso do Hemisfério Sul. Marcado pela multiculturalidade, o Brasil possui ainda uma vastidão de recursos naturais.

O setor de Aquecimento, Ventilação, Ar Condicionado e Refrigeração (AVAC-R) no Brasil atravessou uma fase de forte queda, que se refletiu na produção e venda de equipamentos entre 2015 e 2016. A recuperação deu-se em 2020, em face de um cenário macroeconómico de regresso ao crescimento com ritmo consistente ainda no 3º trimestre de 2019, subindo 2% do acumulado.

A entrada da Ocram no mercado brasileiro é o espelho desse clima de crescimento e da renovada competitividade no setor para soluções eficientes e inovadoras. A procura de sistemas inteligentes, interligados e com acesso remoto faz parte dos cadernos de encargos; a atenção recai ainda sobre soluções de manutenção programada e comunicada pelo próprio equipamento, com uma consequente redução dos custos associados não só à manutenção, mas à aquisição e consumos.

O potencial crescimento no setor da construção civil é outro ponto a favor da ampliação económica. Novas diretrizes permitem aos fabricantes de equipamentos participar com soluções para responder às recentes regulamentações sobre a eficiência energética, o que aumenta significativamente a confiança, quer de empresários, quer de consumidores.

O primeiro passo para levar ao mercado brasileiro soluções de excelência foi dado com um projeto de grande envergadura, ao qual a Ocram respondeu com equipamentos de última geração para um centro logístico de 55 000m2 pertencente a um gigante mundial da distribuição. A plataforma logística foi equipada com 54 caixas com ventiladores de última geração, de caudal superior a 30.000 metros cúbicos, e mais de 860 ventiladores internos, com um caudal de 6.500 metros cúbicos, que têm como função dar conforto térmico aos ocupantes do complexo. A solução desenvolvida contempla ainda o controlo da qualidade do ar interior por meio de sondas de temperatura e dióxido de carbono instaladas ao longo de todo o entreposto.

O sistema de ventilação e climatização implementado opera sob a coordenação do sistema de Gestão Técnica Centralizada da Ocramsolutions – um cérebro que controla a rede de ventiladores e estabelece a comunicação entre todos os pontos, avalia a performance, garante o correto funcionamento de cada ventilador e permite a parametrização de novos valores sempre que necessário. O GTC da Ocram leva um nível extra de eficiência ao edifício pela gestão inteligente e informada de todos os recursos.

A dimensão e relevância do projeto exigiu cinco semanas de dedicação contínua da equipa de produção da Ocram e convocou uma coordenação logística capaz de assegurar vários carregamentos durante o mês de setembro, para garantir a chegada dos equipamentos ao Brasil, por via marítima, no prazo de duas semanas.

O SECTOR FUNDAMENTAL DA SAÚDE

Consciente do momento especialmente exigente para o setor da saúde, a Ocram participou ainda na doação do sistema de purificação de ar NPSâ Optimal para equipar a Unidade de Cuidados Intensivos de COVID-19 do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo. Aquela unidade hospitalar torna-se, deste modo, o primeiro hospital do Brasil a integrar esta tecnologia de excelência para o combate à atual pandemia, que assegura uma redução drástica nas possibilidades de contaminação pelo ar em contexto hospitalar.

Fachada do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, em Jundiaí

O Hospital de Caridade São Vicente de Paulo tem 118 anos de história e está localizado em Jundiaí, no interior do estado de São Paulo. Serve uma população estimada de 900 mil habitantes, que inclui 7 municípios. É uma instituição bem equipada e uma referência para serviços de urgência e alta complexidade em Oncologia, Neurologia, Cardiologia e Ortopedia/Traumatologia. É mensalmente responsável pelo atendimento a 24 mil pessoas, sem perder a caraterística que motivou a sua fundação, a Filantropia.

A chamada inicial a um projeto de grande exigência e a entrada num segmento da saúde vêm coroar de êxito a estratégia de expansão da Ocram para a entrada no Brasil e Mercosul. “Há vários anos que insistíamos no mercado brasileiro e no Mercosul em geral. Chegou a hora e não poderíamos estar mais entusiasmados por marcar presença num projeto de notoriedade global e poder contribuir para ajudar o segmento da saúde do Brasil nessa luta contra a pandemia, que é de todos”, afirma Marco Lopes, CEO da VLopes, detentora da marca Ocram.

Leave a comment

Cookie consent by Real Cookie Banner