Skip links

IKEA de Vesterbro, projetado para um futuro verde

IKEA Copenhaga

Um oásis no meio da cidade

Há projetos que vão além das expectativas, que assumem desde o primeiro momento o compromisso de exceder os seus próprios limites. Esses são os projetos que mudam o mundo; se não o mundo inteiro, a parte do mundo que lhes está mais próxima, a comunidade onde se inserem. Participar em projetos inovadores é um motivo de orgulho para a OCRAM e por isso hoje o nosso foco recai sobre o novo IKEA de Vesterbro, em Copenhaga.

Pensar em IKEA convoca um conjunto de sinais que lhe estão associados e que se manifestam de imediato: a fórmula modular que caracteriza a maior parte dos seus produtos, muitos dos quais se tornaram símbolos da nossa cultura urbana; o design de produto, sempre extensível à embalagem a ao caráter prático da montagem; ou o icónico logo amarelo sobre o fundo azul e a estrutura das lojas – espaços gigantes que percorremos familiarizados, estejamos nós na Escandinávia, num ensolarado país do Sul da Europa ou na gelada província do Saskatchewan.

Copyright Illustrations: Dorte Mandrup A/S

Mas no meio da cidade de Copenhaga, no distrito de Vesterbro, está a nascer uma loja IKEA que é a epítome da mudança: do próprio IKEA e da conceção que dele fazemos. E as razões na base do seu desenvolvimento não poderiam ser mais válidas: repensar a relação de um edifício com a comunidade e projetar para o ambiente e para a sustentabilidade.

Fenómenos cada vez mais frequentes relembram a urgência de reavaliar as opções energéticas em face da emergência climática. Erigir novas edificações implica dar novas funções e significados aos espaços. O projeto do estúdio epónimo do arquiteto Dorte Mandrup para a nova loja do IKEA é o espelho desse processo: desde o momento da sua construção até à utilização diária de energia a sustentabilidade e a comunidade envolvente são palavras-chave. O projeto é tão ambicioso que procura a certificação pela mais exigente avaliação de sustentabilidade que existe no mundo, a Certificação BREEAM.

Esse esforço é tornado evidente pelos 1450m2 de painéis solares para gerar eletricidade e pelo recurso à água dos canais locais para arrefecer a loja. Elementos como as Unidades de Tratamento de Ar da Ocram foram desenhados com sistemas de poupança de energia e de recuperação de calor com diferentes tecnologias para uma operação mais eficiente.

O retalhista de produtos para a casa encoraja os seus visitantes do meio urbano a usar métodos de transporte sustentáveis, com uma grande área dedicada ao parqueamento de bicicletas e cargo bikes disponíveis para os clientes que pretendam transportar os seus móveis para casa enquanto queimam algumas calorias.

A nova loja procura apoiar os esforços de Copenhaga cujo objetivo é tornar-se a primeira cidade do mundo com neutralidade carbónica em 2025. Em sintonia com esta visão verde à cidade, o IKEA dá também um passo importante para as suas ambições de ser um negócio circular até 2030.

Uma loja com bons ares

Interiores e exteriores

Não é a primeira vez que a OCRAM produz equipamentos para os sistemas de ventilação de lojas IKEA. Mas o edifício que se prevê inaugurar no verão de 2023 é diferente de todos os outros. E as Unidades de Tratamento de Ar foram cuidadosamente desenhadas para corresponder integralmente aos objetivos do novo projeto. São 12 UTAs, para colocação interior, que serão responsáveis por debitar em todo o espaço caudais de ar purificado entre os 10.000m3/h e os 36.000m3/h. As Unidades de Tratamento de Ar têm a certificação para a performance EUROVENT e possuem sistemas eficientes de recuperação de calor que asseguram um baixo consumo energético e uma temperatura de conforto em toda a loja.

O exterior da loja é também um espelho da integração com a natureza. A cobertura transformada em parque, cria um espaço lounge no meio da cidade com centenas de árvores, espécies nativas e arbustos, ou abrigos de insetos que suportam a biodiversidade. Zonas protegidas do vento e do sol convidam a encontros espontâneos. Pequenos refúgios verdes estendem-se por 150 metros de projeto paisagístico. Este é um verdadeiro oásis situado 20 metros acima do bulício das ruas e da estação ferroviária adjacente, que se oferece a uma zona da cidade densamente povoada e pobre em espaços verdes.

Copyright Illustrations: Dorte Mandrup A/S

Mas todo o edifício é um desafio ao clássico complemento de que acompanha os elementos azuis e amarelos do IKEA. A fachada aqui cobre-se de tonalidades verdes e busca inspiração no movimento orgânico de uma cortina branca ondulante que pende das extremidades da cobertura, apenas arredada em alguns locais para deixar ver os espaços de exposição no interior da loja.

Leave a comment

WordPress Cookie Notice by Real Cookie Banner